O meia Paulo Henrique Ganso decidiu por fim às especulações sobre uma possível saída do Santos. Depois da vitória diante do Ceará por 1 a 0, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o jogador garantiu que disputará o Mundial de Clubes pela equipe paulista e apontou inclusive o desejo de permanecer em 2012.

“Já dei minha palavra ao presidente e deixo claro para a nação santista: vou jogar o Mundial e tem o centenário no ano que vem. Vai ser histórico”, declarou. “Eu estou com a cabeça voltada para o Santos, tenho pensamento de recuperar agora (o time) no Brasileiro e depois tem o Mundial para disputar. E 2012 também é um ano muito importante, que é o centenário do Santos”, disse.

Ganso aproveitou ainda para rechaçar qualquer possibilidade de ir para o Corinthians, como vinha sendo cogitado nas últimas semanas. O Milan também aparecia como possível destino no meia. “Saíram muitas matérias que eu vou jogar no arquirrival do Santos, que eu quero ir para a Europa, mas não é nada disso”, garantiu.

A declaração do jogador contradiz o que ele próprio dizia no começo da temporada, quando diversas vezes chegou a pedir sua transferência para a Europa. Desta vez, ele não apenas garantiu sua permanência, como também declarou todo seu amor pelo Santos.

“Fala para os caras que estão me vendendo que eu não vou sair não. Meu pensamento sempre foi de disputar campeonatos pelo Santos. Temos o Brasileirão, onde precisamos nos recuperar e ainda tem o Mundial de Clubes, no final do ano. Fora isso, tem o centenário do time em 2012, muita coisa. Sou jogador do Santos e meu coração é alvinegro da Baixada”, afirmou.

Os boatos sobre uma possível negociação do jogador ressurgiram nas últimas semanas, com o baixo rendimento de Ganso desde que voltou da seleção brasileira, com a qual disputou a Copa América, em julho. O mau momento estaria sendo causado pela vontade de deixar o clube paulista. Foi cogitada até uma briga familiar como motivo de seu desempenho ruim nos gramados.

“Ouvi dizer até que eu estava brigado com minha própria família e não tem nada a ver. Estou superbem, muito alegre no Santos. Espero acabar com esse assunto de uma vez. Muitas vezes a torcida ouve essas coisas e começa a criticar sem saber o que está acontecendo”, declarou.