Estrear como titular aos 17 anos pelo Palmeiras em um jogo fora de casa contra a Ponte Preta pelo Campeonato Brasileiro. Tudo isso o volante Gabriel Furtado teve de enfrentar na primeira partida de carreira e, como em outras dificuldades encaradas na carreira, o jogador conseguiu superar. A personalidade e a qualidade dele surpreenderam o clube, que considera o garoto uma grande revelação.

O caminho de Gabriel até a estreia em Campinas, no último domingo, não foi uma rota constante. O volante sofreu anos atrás com a distância da mãe, Rosimeire, professora e corredora de rua nas horas vagas. A distância para a cidade natal Cerejeiras, no interior de Rondônia, chegou a fazer o palmeirense, assim como o irmão gêmeo, Rafael, pensarem em desistir da carreira.

Gabriel chegou ao Palmeiras em março e está emprestado até janeiro pelo Paraná. O time curitibano descobriu os irmãos Furtado em 2015, após indicação de olheiros. “Os dois foram aprovados no clube, mas voltaram embora em 2016. Os dois são muito apegados à mãe e só retornaram ao Paraná em fevereiro deste ano”, contou o diretor das categorias de base do Paraná, Ricardo Lima.

O dirigente disse ter viajado até Rondônia para conversar com a família e convencer os irmãos a voltarem ao clube com um novo contrato. A empreitada deu certo, e meses depois o Paraná emprestou Gabriel ao Palmeiras e o atacante Rafael ao Atlético-MG para adquirirem experiência. “Eles são de uma família simples. A mãe deles é muito trabalhadora, perdeu um filho e vendeu muitas coisas para ajudar na carreira dos dois”, contou Lima.

Agradecer à mãe foi a primeira atitude de Gabriel após a estreia. “É muito emocionante. É difícil, por tudo que passei, mas consegui superar tudo. Tenho que agradecer à minha mãe, minha coroa, que conseguiu”, disse à Rádio Globo, aos prantos.

O treinador do sub-20 do clube, Wesley Carvalho, disse que já esperava a boa atuação do garoto. “Sabíamos do potencial dele, mas no futebol você nunca sabe quando vai chegar a oportunidade. Ela vai aparecer e o jogador deve estar sempre preparado para agarrar”, afirmou. Gabriel Furtado herdou a posição com os desfalques de Felipe Melo e Thiago Santos.

Carvalho contou que ficou surpreso com o potencial de Gabriel Furtado logo no primeiro contato. “Me chamou a atenção a força e o cabeceio dele, o poder de marcação. Até comentei que ele tinha potencial de profissional”, contou.

Gabriel Furtado conquistou para valer o técnico Cuca na última semana, quando teve boa atuação em um jogo treino contra o São Caetano, na Academia de Futebol.”Ele é um menino ótimo, todos gostam do Gabriel. É um jogador que se cobra muito, quando erra fica chateado. Às vezes, ao invés de cobrar, era mais importante dar tranquilidade e mostrar que os erros são normais, que a melhora é gradual. Todos ficamos felizes pela oportunidade que ele recebeu do Cuca,” disse o treinador do sub-20 do clube.