Faltou pouco para que a invencibilidade do Foz do Iguaçu no Campeonato Paranaense da Série Prata ruísse. Ontem, o time da fronteira perdia para o Operário Ferroviário, por 2 x 0, mas empatou o jogo aos 43 minutos do segundo tempo, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Final: 2 x 2.

Valtencir e Mineiro marcaram os gols do Operário, que teve o zagueiro Jean César expulso ainda na primeira etapa. Na volta do intervalo, Rogério descontou aos cinco minutos. Aos 43, Leandro decretou o empate.

Mas não é apenas o Foz que segue invicto. A Portuguesa Londrinense só venceu até aqui. A quarta vítima da Lusinha foi a Platinense, derrotada em Santo Antônio da Platina, por 1 x 0. Marco Antônio fez o gol logo no primeiro minuto de jogo.

Em Engenheiro Beltrão, a vitória visitante foi de virada, por 2 x 1. O time local marcou no primeiro tempo, quando Dida converteu um pênalti. Na etapa final, Luisinho e Maurício fizeram a festa do Águia de Maringá.

Já em Fazenda Rio Grande, o Império Toledo bateu o CPF, por 2 x 0, com gols de Celso e Juliano. Assim como a Platinense, a equipe da Região Metropolitana de Curitiba ainda não pontuou na Série Prata.

Em Campo Largo, os jogadores do Fanático desistiram da greve. Na manhã de sábado, o elenco recebeu um mês de salário atrasado (ainda falta outro) e concordou em comparecer ao Estádio Angelo Antônio Cavalli para enfrentar o Cascavel. Lá, sofreram um gol de Biro-Biro, o único da partida, aos 27 minutos do segundo tempo. Do site www.futebolpr.com.br