O Fortaleza disputará na próxima temporada a sua primeira competição internacional oficial em 101 anos de história. O time comandado por Rogério Ceni foi a campo no estádio Serra Dourada, neste domingo, em jogo válido pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu o Goiás por 2 a 1, resultado que garantiu ao time uma vaga na Copa Sul-Americana de 2020.

Em nono lugar, com 49 pontos, a equipe cearense não corre mais o risco de deixar a zona de classificação ao torneio continental, assim como o próprio Goiás, que tem a mesma pontuação e foi ultrapassado por desvantagem de 15 gols no saldo. Os dois ainda têm chances remotas de classificação à Copa Libertadores, mas não dependem apenas das próprias forças.

O Goiás iniciou o jogo em busca de manter a bola no pé, porém a troca de passes não foi objetiva e pouco foi feito no campo de ataque. Do outro lado, o Fortaleza aproveitou a primeira chance real para tirar o zero do placar. Aos 15 minutos, Bruno Melo se antecipou a Alan Ruschel após cobrança de escanteio e cabeceou para o fundo da rede.

Na tentativa de responder, o time goiano acabou dando espaço para o adversário, que ampliou graças a um contra-ataque, aos 25 minutos, quando Osvaldo recebeu de Edinho, dentro da área, chutou bonito e acertou o ângulo.

Com dificuldade em encaixar a marcação no meio de campo, o Goiás seguiu dando liberdade para o Fortaleza. Ainda assim, não sofreu o terceiro e conseguiu diminuir com Rafael Moura, que aproveitou desvio de cabeça de Michel e colocou na rede. O assistente chegou a assinalar impedimento, mas o árbitro validou o lance após consulta ao VAR.

O segundo tempo começou com bastante intensidade e os dois goleiros foram colocados para trabalhar. No campo do Goiás, Tadeu foi pressionado nos primeiros 15 minutos e ganhou dois duelos contra Kieza, além de ter evitado um gol de Osvaldo e visto uma finalização de Bruno Melo tirar tinta do travessão.

Pelo lado do Fortaleza, Felipe Alves fez boas defesas em chute de Michael e cabeceio de Rafael Moura. Depois desses momentos de muita movimentação, durante a primeira metade da etapa final, o ritmo da partida caiu bastante e o número de chances diminuiu consideravelmente. O Goiás pressionou um pouco no fim, mas não o suficiente para buscar o empate.

O Fortaleza volta a campo na próxima quarta-feira, no Maracanã, onde enfrenta o Fluminense, a partir das 21h30, antes de se despedir da temporada no domingo, em duelo contra o Bahia, no Castelão. O Goiás vai ao Brinco de Ouro, em Campinas, encarar o Palmeiras, em duelo marcado para as 19h15 de quinta-feira. Na última rodada, o time recebe o Grêmio no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 2 FORTALEZA

GOIÁS – Tadeu; Yago Rocha (Yago Felipe), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel (Jefferson); Gilberto, Léo Sena e Thalles (Rafinha); Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia. Técnico: Ney Franco.

FORTALEZA – Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Bruno Melo; Araruna, Juninho, Edinho (André Luís) e Osvaldo (Marlon); Kieza (Wellington Paulista) e Romarinho. Técnico: Rogério Ceni.

GOLS – Bruno Melo aos 15, Osvaldo aos 25 e Rafael Moura aos 42 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

CARTÕES AMARELOS – Michael (Goiás); Gabriel Dias, Kieza, Marlon e Quintero (Fortaleza).

RENDA – R$ 268.235,00.

PÚBLICO – 27.781 total (27.284 pagantes).

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).