Após a vitória heroica de virada sobre o México, que levou a Holanda às quartas de final da Copa, o atacante Kuyt estava exausto. Ele começou a partida deste domingo em Fortaleza jogando como ala pela esquerda e no segundo tempo foi para o lado direito. “Eu fiquei o primeiro tempo inteiro no sol. Depois, achei que estaria na sombra, mas o treinador inverteu e mandou eu ir para o outro lado”, brincou o holandês, bastante vermelho na saída do Castelão.

Kuyt, uma espécie de curinga do grupo holandês, correu durante os 90 minutos do jogo deste domingo. Ele atua em várias posições e, no momento que a equipe mais pressionava, já tinha sido mandado para o ataque. “Estamos muito orgulhosos, lutamos como ‘orange lions’. Foi uma vitória incrível”, disse o jogador, citando o apelido de sua seleção.

Já o goleiro Cillessen elogiou o colega Ochoa, que salvou o México algumas vezes durante a partida, e acha que sua equipe pode chegar mais longe na competição. “Nós conseguimos marcar duas vezes no final e vencemos. Queremos ir até a final da Copa e ganhar o título”, avisou o goleiro holandês, que teve bastante trabalho no primeiro tempo.