Rio – A vitória do Fluminense sobre o Vitória, por 1 a 0, consolidou o clube como a melhor equipe carioca no Campeonato Brasileiro, ontem à noite, no Maracanã. Apesar do resultado, que deixou o Tricolor com nove pontos na tabela de classificação, após seis rodadas, o time não realizou uma apresentação convincente e, em vários momentos, foi vaiado pelos seus torcedores.

Desde o início da partida, o Fluminense abusou do direito de perder gols. O Vitória passivamente aceitou os avanços do time carioca, que não obteve sucesso nas poucas jogadas ofensivas criadas, durante o primeiro tempo.

A melhor chance de gol foi do Fluminense, foi com o lateral-direito Leonardo Moura, que acertou um chute na trave, aos 39 minutos. Já o Vitória sentiu a ausência de seu principal jogador, o atacante Edílson, contundido, mas mesmo assim obrigou o goleiro Fernando Henrique a fazer uma difícil defesa, em um chute do meia Marcelo Silva.

Por atuar em casa, o Fluminense voltou mais motivado para o segundo tempo e melhorou seu desempenho. Passou a pressionar o Vitória em seu campo e, aos 15 minutos, fez seu primeiro gol com o atacante Marcelo, de cabeça, que aproveitou um cruzamento de Roger, após bela jogada pela direita.

Após o gol, o técnico do Fluminense, Ricardo Gomes, optou por recuar a equipe. Com a mudança tática, o Tricolor assegurou o resultado e conseguiu seu segundo triunfo no Brasileiro.

Ficha técnica
Gol:
Marcelo, aos 15 do 2.º.
Fluminense: Fernando Henrique; Leonardo Moura, Antônio Carlos, Rodolfo e Victor Boleta (Júnior César); Juca, Tiago (Arouca), Diego e Roger; Alessandro (Alex) e Marcelo. Técnico: Ricardo Gomes.
Vitória: Juninho; Pedro, Adaílton, Nenê e Paulo Rodrigues; Vinícius, Xavier (Danilo Bueno), Cléber e Marcelo Silva (Leandro); Gilmar (Maestri) e Obina. Técnico: Agnaldo Liz.
Cartão amarelo: Adaílton
Renda: R$ 68. 461,00. Público: 5.194 pagantes (6.426 total).