A delegação do Fluminense viaja nesta terça-feira para o Equador, onde na quinta o time enfrenta o Emelec, já pela fase de mata-mata da Copa Libertadores. A boa atuação no último domingo contra o Volta Redonda (vitória por 4 a 1), que garantiu o clube na final da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, deixou o técnico Abel Braga mais otimista para a sequência de jogos na semana.

Depois do compromisso contra os equatorianos, o Fluminense vai ter no domingo confronto decisivo contra o Botafogo e precisa vencer. O empate dá o título da Taça Rio – e do Campeonato Carioca – ao rival alvinegro, que já venceu o primeiro turno, a Taça Guanabara.

Nesta segunda, Abel Braga recebeu sinal verde dos médicos do clube e pôs em campo o zagueiro Gum e o meia Deco, recuperados de contusão. Eles participaram de um coletivo com os reservas. Também deu trabalho para Thiago Neves, que aos poucos retoma a sua forma física e atuou poucos minutos na vitória sobre o Volta Redonda.

Thiago Neves treinou com disposição e teve de falar a todo momento do gol marcado no último domingo, o seu 50.º com a camisa tricolor. “Foi um belo gol, um dos mais bonitos que já marquei. Vi o goleiro um pouco adiantado e toquei por cima. Chegar ao gol número 50 pelo Fluminense é uma honra muito grande, por tudo o que já vivi aqui no clube e por marcar o meu retorno ao time depois de algum tempo parado”.

O meia falou ainda sobre a maratona do Fluminense nesta semana. Demonstrou confiança nos resultados. “Faremos uma viagem desgastante para o Equador e enfrentaremos um time muito bom, mas são os obstáculos que precisamos superar para conseguir a classificação na Libertadores. Depois vamos direcionar as atenções para o clássico de domingo com o Botafogo”.