O Flamengo coloca a sua invencibilidade de 13 jogos no Campeonato Brasileiro à prova contra um adversário que normalmente lhe traz problemas. O Cruzeiro, oponente desta quarta-feira, às 21h50, em Sete Lagoas (MG), o tem dominado nos últimos anos. O time mineiro traz para o confronto uma sequência de sete vitórias consecutivas sobre o rival carioca e são 10 os triunfos no sistema de pontos corridos contra quatro derrotas em 16 partidas.

Para quebrar o indigesto retrospecto, o técnico Vanderlei Luxemburgo conta com a boa fase de seus dois astros maiores. Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho são responsáveis por metade dos 26 gols do time no Brasileirão, o ataque mais positivo do torneio. O camisa 10 soma nove gols, enquanto seu escudeiro contribui com quatro tentos.

Mas o meia e Ronaldinho Gaúcho também têm outros nobres objetivos: retornar à seleção brasileira. O que só vai se realizar com a manutenção das boas atuações. A julgar pelo últimos jogos, os dois estão realmente empenhados em chegar lá. Melhor para a torcida rubro-negra e para Luxemburgo.

A dupla não participou do recreativo de véspera de jogo, nesta terça, no Ninho do Urubu, mas esteve presente no treino tático realizado a portas fechadas pouco antes. Os dois estão confirmados para o duelo contra Montillo e cia. Os desfalques são Welinton (ainda que a torcida comemore a suspensão) e Willians. Na zaga, David Braz retoma o posto, uma vez que Alex Silva ainda não tem condições de jogo. Ele trabalha para estrear contra o Coritiba, no próximo sábado. Na vaga do volante, Bottinelli é o mais cotado. Fierro corre por fora.