O Flamengo apresentou oficialmente nesta segunda-feira à tarde, na sede da Gávea, no Rio, o seu mais novo patrocinador, a Peugeot, que havia sido confirmado pelo clube na semana passada e terá o seu nome exibido na parte frontal dos uniformes do time. O acordo com a montadora de automóveis, porém, ainda está dependendo de aprovação do Conselho Deliberativo flamenguista, que se reunirá nesta terça e deverá apenas ratificar a assinatura de um compromisso de três anos com a empresa.

Por causa desta questão final envolvendo o Conselho Deliberativo, os dirigentes do clube preferiram não fornecer nesta segunda os números da parceria firmada com a Peugeot, mas adiantaram que ele é inferior aos R$ 15 milhões anuais que vinham sendo ventilados por alguns órgãos da imprensa nos últimos dias. O certo é que o acordo será mais ou menos nos moldes do firmado com a Adidas, novo fornecedor de material esportivo do clube, que prevê um valor fixo e outros variáveis a serem pagos dependendo dos objetivos conquistados pelo time.

Presente no evento que serviu para apresentar a nova camisa, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, festejou o acordo com o patrocinador. “Esse é o primeiro gol de placa na área de aumento de receita de marketing”, destacou o dirigente, eleito recentemente o novo mandatário do clube para suceder Patrícia Amorim.

O acordo de três anos com o Flamengo foi confirmado pelo diretor geral da Peugeot, Frédéric Drouin, no evento desta segunda-feira e a princípio a empresa será a patrocinadora master do clube pelos próximos três anos. O clube, porém, deve anunciar em março mais dois patrocinadores e o contrato com a Peugeot prevê que essas outras duas empresas poderão entrar em um acordo para haver um rodízio de exposição de suas marcas na camisa com a própria Peugeot.

Seria um rodízio anual, não de quatro em quatro meses, como chegou a ser especulado. O Flamengo está negociando com outras empresas. Primeiro patrocinador confirmado para esta temporada, a Peugeot teve o seu nome estampado em branco, abaixo de sua logomarca, com destaque nos uniformes, mas de forma discreta.

Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente de marketing do Flamengo e responsável pela negociação com os novos patrocinadores, informou que as empresas terão de cumprir exigências estabelecidas pelo clube para serem anunciadas como parceiras.

“Estamos buscando novos parceiros, e eles têm que obedecer alguns critérios: ter representatividade nacional, que seja financeiramente favorável ao Flamengo, que seja um contrato de longo prazo e que essa marca ajude o Flamengo a ter visibilidade internacional”, disse Baptista.

Também presente ao evento desta segunda-feira, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos, confirmou também que o clube está muito próximo de acertar a contratação do meio-campista Carlos Eduardo, do Rubin Kazan, da Rússia. O dirigente espera que o acordo seja fechado até esta quarta.