Matheus Saroli, filho do técnico Caio Junior, uma das vítimas do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense, usou a rede social Facebook para pedir privacidade à família. Ele também relatou que era para estar no voo que caiu na Colômbia com 76 mortos, porém esqueceu o passaporte em São Paulo e acabou ficando em Curitiba, onde mora com mãe e irmão. “Amigos eu,meu irmão e minha mãe estamos bem. Precisamos de força peço que nos deem um pouco de privacidade especialmente a minha mãe e agradeço a todos ligando e mandando mensagens – eu estava em SP hoje e não embarquei pois tinha esquecido meu passaporte. Somos fortes vamos passar por isso obrigado a todos”.

heus