O Figueirense decepcionou a sua torcida ao perder para o Ceará por 2 a 0, neste sábado, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O time catarinense, que vinha de vitória em casa sobre o Londrina, agora continua com 12 pontos, em 17.º lugar e dentro da zona de rebaixamento. O Ceará, que tinha perdido para o Paraná em Curitiba, se reabilitou e se aproximou do G4, com 18 pontos.

Os dois times decepcionaram no primeiro tempo, quando foram muito cautelosos e chegaram pouco na frente em condições de finalizar. Parecia um típico jogo de empate sem gols, mas o visitante aproveitou a única chance que apareceu. O meia Ricardinho fez um lançamento longo, a defesa parou pedindo impedimento e Pedro Ken ajeitou a bola sozinho. Aí, ele precisou apenas finalizar no canto, aos 24 minutos.

Na volta do intervalo, o meia Hélder deu lugar ao atacante Luidy. Uma clara intenção de Marcelo Cabo de colocar o Figueirense no ataque. Até começou bem, com mais velocidade e impondo pressão. Mas, nervoso, errava muitos passes e não conseguia penetrar.

O Ceará voltou todo para a defesa e parecia ter desistido até de tentar algum contra-ataque. Mas “ganhou” o segundo gol aos 12 minutos. Marquinhos estava na lateral da área e fez o recuo para o goleiro Thiago Rodrigues. Ele se atrapalhou para aliviar a bola e acabou chutando nas pernas de Ricardinho. Para azar do Figueirense, a bola entrou.

A partir daí, a torcida perdeu a paciência de vez. Passou a xingar os jogadores e a diretoria do Figueirense, esquecendo do jogo para protestar. Quase nem viu a grande defesa feita por Éverson, aos 15 minutos, após cabeçada de Henan. Dentro de campo, o jogo também acabou. O Ceará se fechou e o Figueirense, nervoso, não se encontrou mais, além de ter de ouvir muitos protestos da torcida ao final do duelo.

Na próxima terça-feira, Figueirense vai enfrentar o CRB, no Rei Pelé, em Maceió, às 21h30. O Ceará receberá o Internacional no Castelão, a partir das 20h30.

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 0 X 2 CEARÁ

FIGUEIRENSE – Thiago Rodrigues; Weldinho (Índio), Marquinhos, Bruno Alves e Julinho; Zé Antônio, Dudu Vieira (Iago), Hélder (Luidy) e Jorge Henrique; Robinho e Henan. Técnico: Marcelo Cabo.

CEARÁ – Éverson; Tiago Cametá, Luiz Otávio, Rafael Pereira e Rafael Carioca; Raul, Richardson, Ricardinho (Cafu) e Pedro Ken; Roberto (Pio) e Magno Alves (Elton). Técnico: Marcelo Chamusca.

GOLS – Pedro Ken aos 24 minutos do primeiro tempo. Ricardinho, aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)

CARTÕES AMARELOS – Bruno Alves e Zé Antônio (Figueirense). Ricardinho e Éverson (Ceará).

RENDA – R$ 87.794.

PÚBLICO – 4.154 (total).

LOCAL – Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).