A Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) anunciou nesta segunda-feira (27) que o português Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do ano pelos 57.500 membros que compõem a entidade. O meia-atacante português sucede o brasileiro Kaká, que havia sido eleito em 2007.

“Ser reconhecido por mais de 50 mil jogadores de futebol é sensacional. Eu gostaria de agradecer aos meus colegas de clube, aos técnicos e todos envolvidos como o Manchester United e a seleção portuguesa. Agradeço também ao apoio da minha família e dos meus amigos. Agradeço a FIFPro pelo prêmio e por sua dedicação em defender os interesses e o bem-estar dos jogadores de todo mundo”, afirmou.

O Brasil tinha quatro jogadores concorrendo ao prêmio de melhor jogador do ano da FIFPro: o lateral-direito Daniel Alves, do Barcelona, o zagueiro Lúcio, do Bayern de Munique, o meia Kaká, do Milan, e o meia-atacante Ronaldinho, também do Milan.

Na última temporada, Cristiano Ronaldo marcou 42 gols pelo Manchester United, sendo decisivo nas conquistas dos títulos da Liga dos Campeões e do Campeonato Inglês. A premiação aumenta o favoritismo do meia-atacante português para conquistar o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa.