Uma reunião do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, com o mandatário da Fifa, Joseph Blatter, culminou numa dura punição para Brasil de Pelotas-RS e Treze-PB. Os dois clubes, que pleiteiam vagas na Série C do Campeonato Brasileiro, foram suspensos de competições nacionais e internacionais, por terem movido ação na Justiça comum contra a CBF.

Estas ações acabaram tumultuando o início do Campeonato Brasileiro das Séries C e D, que seriam iniciadas neste próximo final de semana. Mas foram suspensas por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para garantir o direito do Santo André em disputar a Série C.

A Fifa vê como ilegal a ação da dupla de clubes brasileiros, que acionou a Justiça comum, ainda que tivessem esgotadas suas possibilidades em nível desportivo. O clube gaúcho foi punido na temporada passada por escalação irregular de um jogador e os paraibanos querem a vaga do Rio Branco-AC, que no ano passado também desrespeitou as regras da Fifa, mas sequer foi punido porque retirou o processo a tempo.

Esta decisão será comunicada à CBF ainda nesta tarde. A dupla não poderá disputar competições oficiais até que retirem as ações nos Tribunais de Justiça locais do Rio Grande do Sul e da Paraíba.

O advogado do Brasil-RS, Adriano de Leon, informou que não se manifestaria até que recebesse o comunicado oficial. “Enquanto não tivermos um documento oficial em mãos, isso será tratado apenas como boato”, alegou.

Apesar da ameaça de desfiliação, o presidente do Treze, Fábio Azevedo, garantiu que vai manter sua posição de pleitear uma vaga na Justiça comum. “Já estou sabendo da punição e considero como lamentável. Eles (Fifa) estão desrespeitando a nossa Constituição e alguém tem que fazer algo. Não vamos mudar a posição”, declarou.

ENTENDA O CASO – O Brasil de Pelotas foi punido na temporada passada por escalar o lateral Cláudio de forma irregular na primeira fase. Ele teria que cumprir suspensão do ano anterior, quando atuava pelo Ituiutaba (hoje Boa Esporte). Com a perda de seis pontos, acabou caindo para a lanterna de sua chave e rebaixado para a Série D. Fato que beneficiou o Santo André, rebaixado dentro de campo.

Quinto colocado na Série D de 2011, o Treze quer a vaga do Rio Branco, que acionou a Justiça comum para ter seu estádio liberado para receber torcida na competição em 2012. Por isso, o Treze acabou acionando o TJ da Paraíba para ficar com a vaga. O Araguaína-TO, que foi rebaixado no lugar do clube acreano, também pleiteia esta mesma vaga.