O presidente da Fifa, Joseph Blatter, anunciou a decisão da federação internacional de manter a proibição de disputar jogos de classificação para a Copa do Mundo em cidades situadas em grande altitude, mas aumentou a altura máxima de 2.500 metros acima do nível do mar para 3.000 metros.

A decisão original despertou uma série de protestos na América do Sul, onde países como Peru, Colômbia, Equador e Bolívia têm muitos estádios em cidades acima de 2.500 metros.

O Comitê Executivo da Fifa adotou hoje esta determinação, que mantém o impedimento para que sejam disputados estes jogos em La Paz (Bolívia) e Cuzco (Peru), mas habilita Bogotá (Colômbia), que está a 2.640 metros, e Quito (Equador), situada a 2.800 metros.