O Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN), está investindo na realização de missões internacionais para aproximar os empresários paranaenses do mercado externo e dinamizar as exportações. Para o primeiro semestre de 2008, estão programadas cinco missões empresariais com destino à Alemanha, China, Japão, Itália e Espanha.

A primeira será à Alemanha de 04 a 09 de março para empresários das áreas de tecnologia da informação, software, telecomunicação e serviços. O grupo vai participar da CEBIT 2008 – maior feira mundial dedicada às tecnologias, que acontece em Hannover.

Em abril, os empresários paranaenses terão oportunidade de visitar a China e participar da Feira de Cantão – maior feira multisetorial daquele país. Quem tiver interesse pode seguir viagem para o Japão, para participação da comemoração dos 100 anos de migração japonesa e ampliar contatos visando ampliar exportações, especialmente no setor de agroindústria.

Também em abril, de 16 a 21, os empresários do setor moveleiro viajam a Milão, na Itália, para participar da Cosmit 2008, maior evento do mobiliário para residência, escritório, hotelaria e outros. O mesmo grupo segue para a Espanha, para participação na Feira Internacional de Móveis de Madri (IFEMA), considerada a mais completa vitrine do setor mobiliário.

Empresários do setor madeireiro também terão a oportunidade de fazer negócios na Itália. Em maio, acontece a XVL EXPC, em Milão. A feira é realizada a cada dois anos e conta com expositores de máquinas, acessórios, ferramentas e tecnologia para a indústria de móveis e madeira. O evento é o único em que são expostas as novas linhas de produção. 

Durante as missões internacionais, os empresários visitam feiras, participam de rodadas de negócios, conhecem novos produtos e tecnologias, observam tendências de mercado e, principalmente, tomam conhecimento da legislação e das demandas dos países visitados. ?Saber o que cada mercado quer e as especificações que o produto deve ter para que seja aceito é fundamental num processo de exportação?, destaca Vinícius Gasparetto, coordenador do CIN. 

Os empresários que participam desses programas também compreendem que o caminho da exportação passa pela inovação. Segundo Gasparetto, não é necessário ser uma empresa de grande porte para exportar. Pequenas e médias também podem, especialmente se investirem em nichos de mercado oferecendo produtos diferenciados.

As inscrições para as missões citadas já estão abertas e devem ser feitas pelo e-mail: janet.pacheco@fiepr.org.br. Mais informações, pelo telefone: (41) 3271-9105 ou no site: www.cinpr.org.br.