O Conselho Mundial da FIA concluiu ontem que a McLaren é culpada no caso de espionagem que envolve um ex-funcionário da Ferrari e seu ex-projetista. Mas o time inglês saiu ileso. A entidade ?chamou uma pizza? e decidiu não punir a equipe de Ron Dennis, ?por não haver evidências de que o material [furtado da Ferrari] tenha sido usado de forma a interferir no mundial de F1?.

Nigel Stepney, o chefe dos mecânicos da Ferrari acusado de roubar as informações – um pacotão com 780 páginas com o projeto detalhado do carro italiano, além de dados sobre testes, regulagens e desempenho -, e Mike Coughlan, o projetista da McLaren acusado de ser o receptor do material, serão convocados pela FIA ?para provar que não devem ser afastados do esporte por longo período?.

Resumindo: a FIA vai para cima dos indivíduos envolvidos, a parte mais fraca da corda, e decreta que a McLaren ?esteve de posse de informações confidenciais da Ferrari?, o que contraria o artigo 151c do regulamento esportivo da categoria; mas aceita a argumentação do time de que nada foi usado em seus carros, e portanto a imagem do campeonato não foi arranhada.

Ainda. Porque no comunicado distribuído à imprensa, a entidade que comanda o automobilismo no mundo diz que ?se no futuro for provado que as informações da Ferrari foram usadas, a McLaren será chamada de novo ao Conselho Mundial e poderá ser excluída não só da temporada de 2007, como da de 2008?.

Para isso acontecer, a Ferrari terá de se esforçar. É o time vermelho que está com ações na Justiça da Itália e da Inglaterra, que correm sob investigações das polícias locais. Caso essas investigações concluam que a McLaren fez uso das informações que teriam sido contrabandeadas por Stepney – que, por sinal, nega tudo -, tais resultados serão informados à FIA. Que, por sua vez, pode voltar à carga sobre a equipe de Ron Dennis.

Spyker

A equipe anunciou ontem a contratação do japonês Sakon Yamamoto para disputar as últimas sete corridas do mundial. Ele, que vinha correndo na GP2, participou de sete etapas do campeonato no ano passado pela Super Aguri.