A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta segunda-feira a lista de equipes inscritas para a temporada 2010 da Fórmula 1. Uma das novidades foi a confirmação de que a nova escuderia Manor, na qual o brasileiro Lucas Di Grassi ainda luta por uma vaga, correrá como Virgin Racing, usando o nome de seu principal patrocinador.

A relação divulgada pela FIA tem 12 equipes, ainda sem contar com a Sauber, que deve entrar no lugar da Toyota – a escuderia japonesa já confirmou que não disputará a próxima temporada. Além da Virgin, há outras três novas equipes na lista para 2010: Lotus, USF1 e Campos, que terá o brasileiro Bruno Senna, estreante na categoria.

A Brawn GP, atual vencedora do Mundial de Construtores e ex-equipe do inglês Jenson Button, campeão em 2009, ainda aparece na lista da FIA com o mesmo nome, mas já demonstrou a intenção de correr como Mercedes GP no ano que vem. A relação desta segunda-feira também confirmou que a Red Bull continuará a usar motores Renault.

Quanto aos pilotos, a surpresa foi a ausência do espanhol Jaime Alguersuari na Toro Rosso, que tem apenas o suíço Sébastien Buemi confirmado. Enquanto isso, Lotus e USF1 seguem sem nenhum indicado para os seus cockpits. Já Brawn GP, Renault, Campos e Virgin têm apenas um piloto com presença assegurada.

Além de Bruno Senna estar garantido na Campos e Rubens Barrichello na Williams, outros dois brasileiros ainda sonham em disputar a Fórmula 1 em 2010. Di Grassi tem chances de integrar a Virgin ou a Renault, enquanto Nelsinho Piquet não está mais próximo de nenhuma equipe em seu possível retorno à categoria.