No duelo espanhol pelas semifinais do Masters 1000 de Roma, David Ferrer conseguiu uma reação impressionante neste sábado para se garantir na decisão do torneio. Diante do compatriota Fernando Verdasco, Ferrer chegou a estar perdendo no primeiro set por 5/1, mas reagiu e conquistou a vitória por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3, em 1h30 de jogo.

Na final do saibro italiano, Ferrer espera pelo vencedor do confronto entre o também espanhol Rafael Nadal e o letão Ernests Gulbis, que jogam ainda neste sábado. Enquanto Nadal é o atual campeão do torneio, no qual já venceu quatro vezes, Gulbis é a surpresa de Roma, tendo eliminado logo na estreia o suíço Roger Federer, principal favorito da competição.

Ferrer chega à decisão embalado por uma grande vitória. Apesar de Verdasco ter conquistado recentemente o título do Torneio de Barcelona e o vice no Masters de Montecarlo, o número 17 do mundo mostrou mais preparo físico para reagir quando em desvantagem. O rival, por sua vez, sentiu o desgaste pelo triunfo sobre o sérvio Novak Djokovic na sexta-feira, em uma batalha com 3h18 de duração.

Garantido em sua primeira final de Masters, Ferrer ainda não perdeu um set em Roma. Diante do número 9 do mundo, o espanhol chegou a vencer oito games seguidos para garantir a vitória no primeiro set. Depois, se beneficiou do nervosismo de Verdasco, que começou a errar muito, para fechar o jogo com tranquilidade, apoiado no bom aproveitamento de seu primeiro serviço, de 71%.