O espanhol David Ferrer e o checo Tomas Berdych estrearam com vitória nesta terça-feira em Wimbledon. Ferrer, vice-campeão de Roland Garros, teve mais trabalho para avançar na competição. O espanhol levou um susto, após levar 6/1 no set inicial, e venceu de virada o argentino Martin Alund pelo placar de 6/1, 4/6, 7/5 e 6/2.

Ferrer vinha de uma derrota em sua estreia na temporada de grama, em Hertogenbosch, na semana passada. E chegou a lembrar o tropeço histórico do compatriota Rafael Nadal. Na segunda, o campeão de Roland Garros foi eliminado logo na primeira rodada. Ferrer, contudo, tratou de espantar a “zebra” logo a partir do segundo set.

O espanhol reduziu os erros, melhorou o desempenho no saque e passou a dar poucas chances a Alund, que foi a grande surpresa do Brasil Open deste ano – o argentino chegou à semifinal, quando foi eliminado por Nadal, que veio a ficar com o título. Confirmado o favoritismo, Ferrer enfrentará agora o compatriota Roberto Bautista Agut, que avançou ao despachar o russo Teymuraz Gabashvili por 6/3, 6/4 e 7/6 (7/3).

Enquanto Ferrer tinha certo trabalho para passar da rodada de abertura, Tomas Berdych superava com mais tranquilidade o eslovaco Martin Klizan por 6/3, 6/4 e 6/4. Na sequência, o atual número seis do mundo vai encarar o vencedor do duelo entre o alemão Daniel Brands e o espanhol Daniel Gimeno-Traver.

Richard Gasquet, 9º do ranking, também se garantiu na segunda rodada. Nesta terça, o francês superou o espanhol Marcel Granollers por 6/7 (2/7), 6/4, 7/5 e 6/4. Seu próximo adversário será o japonês Go Soeda, que eliminou o austríaco Andreas Haider-Maurer por 7/6(8/6), 7/5 e 6/1.

 

Ainda nesta terça, o canadense Milos Raonic bateu o argentino Carlos Berlocq por 6/4, 6/3 e 6/3. Na segunda rodada, ele vai enfrentar o holandês Igor Sijsling, algoz do norte-americano Alex Kuznetsov por 6/3, 6/4 e 6/4. Avançaram também o búlgaro Grigor Dimitrov, o italiano Andreas Seppi, o ucraniano Alexandr Dolgopolov, o colombiano Santiago Giraldo e Jimmy Wang, de Taiwan.