A Ferrari apresentou nesta quinta-feira, em Maranello, na Itália, o seu novo carro para a temporada de 2010 da Fórmula 1. Batizado de F10, ele ganha um nome que remonta os tempos em que o time usou o “F” por anos para identificar seus monopostos, na esperança de retomar a tradição de equipe vencedora na categoria.

No ano passado, porém, a Ferrari não teve sucesso com um carro batizado de F60, em alusão aos 60 anos de existência da escuderia na Fórmula 1.

Em uma cerimônia que foi transmitida ao vivo pelo site oficial da equipe, o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, afirmou que espera que o novo carro possa ajudar o brasileiro Felipe Massa e o espanhol Fernando Alonso a iniciar uma nova era vitoriosa da equipe, depois de uma temporada frustrante em 2009, quando ficou em quarto lugar no Mundial de Construtores.

“Estamos saindo de uma temporada que não foi competitiva para nós e essa deve marcar uma virada para o futuro. Nós queremos vencer de novo”, afirmou Domenicali.

O novo carro da Ferrari traz uma nova pintura, com mais detalhes em branco no aerofólio, nas bordas laterais e no bico por causa do acordo de patrocínio firmado com o banco Santander.

Na cerimônia de lançamento, Domenicali destacou o retorno de Massa às pistas, depois de ter ficado fora da parte final da temporada por causa do acidente sofrido no treino oficial do GP da Hungria. “Depois de uma temporada dramática como a última, mas também fantástica por causa do nascimento do seu filho, Felipe pode mostrar que tipo de piloto ele é”, afirmou o dirigente.