Depois de encerrar uma temporada muito ruim pela Ferrari na Fórmula 1, Felipe Massa voltou para a pista na noite da última sexta-feira e no final da manhã deste sábado, em Florianópolis, onde disputou a sétima edição do Desafio das Estrelas de Kart. E o brasileiro acabou ficando com o vice-campeonato da disputa, realizada no Kartódromo Arena Sapiens, após as duas baterias da prova.

O vencedor das duas etapas da competição foi o francês Jules Bianchi, piloto reserva da Ferrari, mas ele acabou sendo desclassificado pelo fato de o seu carro ter corrido com peso 600 gramas abaixo do mínimo exigido. Com isso, o título do evento acabou ficando com o espanhol Jaime Alguersuari, que corre pela equipe Toro Rosso na Fórmula 1.

Massa foi apenas o quinto colocado na corrida de fundo, mas acabou beneficiado pela punição a Bianchi, que dominou tranquilamente as duas baterias que venceu. O brasileiro da Ferrari ficou em terceiro lugar na primeira e, com a desclassificação do francês, fechou a segunda prova da competição em quarto. E essa combinação de resultados rendeu a ele o vice-campeonato.

Bianchi admitiu que deveria ter conferido direito o peso do seu carro, mas foi prejudicado pela falha de um mecânico na hora da instalação do lastro do chassi de seu kart em Florianópolis. Mas, apesar da punição, o regulamento da competição ainda permitiu ao francês fechar o Desafio das Estrelas na quinta posição.

Já o brasileiro Lucas di Grassi, piloto de testes da Pirelli para a F1, largou na pole neste domingo, mas depois foi superado no fim da segunda bateria por Alguersuari. O espanhol ficou em segundo lugar nas duas baterias e com isso garantiu o título graças à desclassificação de Bianchi. No fim, Di Grassi fechou o Desafio das Estrelas com o terceiro lugar no geral, graças à oitava posição na prova da noite de sábado e ao segundo posto nesta manhã de domingo.

Outro destaque do automobilismo que participou do Desafio das Estrelas foi Rubens Barrichello, cujo futuro na Fórmula 1 segue indefinido. Ainda sem saber se seguirá na Williams, se correrá por outra equipe em 2012 ou se ficará desempregado na categoria, ele terminou a primeira bateria na sexta posição e chegou em terceiro na segunda. Com isso, ele fechou a corrida na quarta colocação no geral.

Vários outros brasileiros de destaque no automobilismo participaram desta edição do Desafio das Estrelas. Entre eles estiveram na pista Helio Castroneves e Tony Kanaan, da Fórmula Indy, Nelsinho Piquet, ex-piloto da F1 e hoje na Nascar Truck Series, e Cacá Bueno, tetracampeão da Stock Car, entre outros.

Já da Fórmula 1, além de Rubinho, Massa, Alguersuari, Di Grassi e Bianchi, estiveram na pista Adrian Sutil, Vitantonio Liuzzi, Jérôme D’Ambrosio e Pastor Maldonado. O brasileiro Christian Fittipaldi, ex-piloto da categoria, também participou do evento.

Confira a classificação final do Desafio das Estrelas após as duas baterias:

1) Jaime Alguersuari (ESP)

2) Felipe Massa (BRA)

3) Lucas di Grassi (BRA)

4) Rubens Barrichello (BRA)

5) Jules Bianchi (FRA)

6) Antonio Pizzonia (BRA)

7) Jerome D’Ambrosio (BEL)

8) Luciano Burti (BRA)

9) Nelsinho Piquet (BRA)

10) Ricardo Zonta (BRA)

11) Vitantonio Liuzzi (ITA)

12) Allam Khodair (BRA)

13) Marcos Gomes (BRA)

14) Cacá Bueno (BRA)

15) Helio Castroneves (BRA)

16) Tony Kanaan (BRA)

17) Enrique Bernoldi (BRA)

18) Gianni Morbidelli (ITA)

19) Xandinho Negrão (BRA)

20) Pietro Fittipaldi (BRA)