O técnico Luiz Felipe Scolari não escondeu o desejo de evitar a partida de volta contra o Uberaba pela Copa do Brasil. Para isso, o Palmeiras precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença, nesta quarta-feira, fora de casa. Apesar da vontade, o treinador afirmou que o importante é se classificar e não descartou a possibilidade de ter que enfrentar os mineiros novamente.

“A primeira meta é passar pelo Uberaba e seguir em frente. Se isso for possível em um jogo, ótimo. Se não, vamos tentar atingir em dois jogos. Temos todas as informações necessárias sobre o adversário e vamos passar hoje (terça-feira) aos atletas. Vamos ver de que forma a equipe do Uberaba reage à nossa formação e esquema de jogo”, declarou Felipão, em entrevista ao site oficial do Palmeiras, nesta terça-feira.

O Uberaba não vive boa fase na temporada e é apenas o nono colocado do Campeonato Mineiro, com cinco pontos em seis partidas. Tal retrospecto fez com que a diretoria demitisse o técnico Marcos Birigui. Com isso, os mineiros devem enfrentar o Palmeiras com treinador interino.

“(Se vai melhorar ou piorar o desempenho) depende de como é encarado o novo treinador. De quem assumiu, se tem conhecimento da equipe… Uma série de detalhes. Às vezes há uma resposta maior, ou pode ser algo que no futuro vai se demonstrar incorreto. Mas quem tem que fazer a diferença na partida somos nós”, afirmou Scolari.

Ainda de acordo com o treinador, esse é o momento de os jogadores que voltam de contusão se firmarem para ajudar a equipe. “É o caso de jogadores que passaram por lesão, como Valdivia, Kléber, Gabriel (Silva), estarem nas melhores condições nesses jogos que teremos daqui para frente”, concluiu.