Roger Federer não resistiu ao francês Richard Gasquet nesta quinta-feira e se despediu de forma precoce do Masters 1000 de Roma. O suíço perdeu de virada nas oitavas de final por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/6 (7/2) e 7/6 (7/4), em 2h19min de partida.

Em recuperação no circuito, Gasquet obteve apenas a segunda vitória sobre Federer em dez jogos disputados. O triunfo anterior aconteceu no primeiro duelo entre os dois tenistas no circuito profissional, em 2005. De lá pra cá, Federer acumulou oito vitórias em sequência, a última delas em fevereiro, no Torneio de Dubai.

Com o revés, Federer manteve a oscilação no saibro nesta temporada. O ex-número 1 do mundo foi eliminado pelo austríaco Jurgen Melzer nas quartas de final no Masters de Montecarlo. E caiu diante do líder do ranking Rafael Nadal na semifinal de Madrid, onde obteve sua melhor campanha neste piso em 2011.

Atual número 16 do mundo, Gasquet segue em ascensão no circuito após ocupar a 78.ª posição do ranking no ano passado. Nas quartas de final em Roma, ele terá pela frente o checo Tomas Berdych, 7.º do mundo, que sofreu para vencer o finlandês Jarkko Nieminen por 6/2, 6/7 (4/7) e 6/2, em 2h37min de duelo.

Já o escocês Andy Murray, número quatro do mundo, não teve problemas para avançar no torneio. Ele precisou de apenas 1h07min para superar o local Potito Starace por 6/2 e 6/3. Na sequência, ele enfrentará o alemão Florian Mayer, que despachou o argentino Juan Ignacio Chela, por 7/5 e 6/4.

Ainda nesta quinta, o croata Marin Cilic derrotou o americano Mardy Fish, por 7/6 (8/6) e 6/3, e se credenciou para o confronto com Rafael Nadal. O líder do ranking fez o primeiro jogo do dia e, mesmo com febre, passou pelo compatriota Feliciano López por 6/4 e 6/2.