Sem maiores problemas, Roger Federer venceu o argentino Diego Schwartzman por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4, para se garantir nesta quarta-feira na terceira rodada de Roland Garros. O tenista suíço precisou jogar uma hora e 43 minutos para confirmar o seu favoritismo diante de um rival que ocupa a 109ª posição do ranking mundial e precisou disputar o qualifying no Grand Slam francês.

Quarto cabeça de chave da competição realizada em Paris, Federer terá pela frente na próxima fase o russo Dmitry Tursunov, que horas mais cedo superou o norte-americano Sam Querrey, também por 3 a 0, com 6/4, 7/5 e 6/1.

Antes de bater Schwartzman, o recordista de títulos de Grand Slam havia estreado nesta edição de Roland Garros derrotando o eslovaco Lukas Lacko, também em sets diretos. E, nesta quarta, o suíço chegou até a ter o saque quebrado no primeiro set do duelo diante do argentino, mas compensou o fato convertendo dois de quatro break points para abrir a vantagem inicial de 6/3.

Na segunda parcial, desta vez absoluto com o serviço na mão, Federer aproveitou uma de três chances de quebrar o saque de Schwartzman para fazer 6/4. Já no terceiro set, novamente sem oferecer oportunidades de quebra ao rival, o atual quarto colocado do ranking da ATP converteu um de quatro break points para repetir o 6/4 que liquidou o confronto.

BERDYCH TAMBÉM AVANÇA – Outro tenista que está no grupo dos principais cabeças de chave de Roland Garros, o checo Tomas Berdych, sexto pré-classificado, também foi à terceira rodada ao passar pelo casaque Aleksandr Nedovyesov por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (4/7), 6/4, 7/5 e 6/3.

Assim, o atual sexto tenista do mundo se credenciou para encarar na próxima fase o espanhol Roberto Bautista, que nesta quarta eliminou o francês Benoit Paire com uma vitória por 3 sets a 0, com 6/3, 6/4 e 7/6 (7/4).

Também no grupo de cabeças de chave de Roland Garros, o croata Marin Cilic derrotou o alemão Tobias Kamke por 3 sets a 1, com 6/3, 3/6, 6/3 e 6/0, e terá pela frente na terceira rodada o sérvio Novak Djokovic, atual vice-líder do ranking mundial.

O canadense Milos Raonic, por sua vez, confirmou a sua condição de oitavo cabeça de chave ao vencer o checo Jiri Vesely por 7/6 (7/4), 6/4 e 6/1. Assim, o tenista do Canadá foi à terceira rodada e enfrentará o francês Gilles Simon na luta por uma vaga nas oitavas de final.