A Federação Sul-Africana de Atletismo confirmou nesta segunda-feira que Oscar Pistorius participará do Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, a partir do dia 27 de agosto. Uma das maiores estrelas do atletismo paraolímpico – tem as duas pernas amputadas desde os 11 meses de idade -, ele havia conseguido o índice em julho, em uma competição disputada em Lignano, na Itália.

Com isso, Pistorius chega à realização de um sonho. Dono de diversos títulos e recordes paraolímpicos, o sul-africano ficou mundialmente famoso em 2008, quando travou uma batalha jurídica com a Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf) para poder disputar a Olimpíada de Pequim naquele mesmo ano. A entidade defendia que, por causa das próteses, ele teria vantagem ao competir com os atletas sem deficiência.

“Tenho sonhado há muito tempo em competir nos principais campeonatos e é um momento de muito orgulho em minha vida. É uma honra representar meu país em um evento de tanto prestígio e eu espero fazer meu melhor na competição, pela África do Sul”, afirmou o atleta em comunicado oficial.

Com a confirmação de sua participação no Mundial, nas provas dos 400 metros livres e do revezamento 4×400 metros, Pistorius torna-se o primeiro atleta amputado a participar de uma competição que não seja paraolímpica. No total, a Federação Sul-Africana de Atletismo levará 26 atletas para Daegu.