Valquir Aureliano
BEAR HUNTER (A.M.Souza), do Stud
Estrela Energia, venceu facilmente
o Clássico Criadores, apresentado
em boa forma por Jairo Borges.

Bear Hunter foi a fácil vencedora do Clássico Criadores, prova mais importante da tarde de sábado. Camden correu na ponta, seguido de perto por Bear Hunter, que na entrada da reta dominou a corrida, para vencer com facilidade, enquanto Doublé Dream formou a dupla, dominando Camden nos metros finais.

Bear Hunter é um filho de Infamous Deed e Vexclusive Fly, de criação do Haras do Verde Vale, que defendeu as cores do Stud Estrela Energia. Apresentado em boa forma por Jairo Borges, recebeu a direção de Angelo Márcio Souza que veio de São Paulo especialmente para dirigi-lo.

Outras provas

Fidel Valentino, do Espólio Rudolfo Meglin, venceu a prova de abertura, marcando uma estréia auspiciosa do aprendiz Hilton Silva, que veio de Fortaleza para a Escola de Aprendizes do Tarumã. Mailbox correu na ponta seguido de perto por Ultramontano. Fidel Valentino, que corria terceiro, porém, atropelou forte, para assumir a ponta e vencer com facilidade aqueles rivais, com Mailbox e Ultramontano, pela ordem, nas posições imediatas.

Marca D´Agua, do Stud Mandrake, surpreendeu na segunda prova. Venceu livrando pequena vantagem sobre Money Links, que formou a dupla, com Abin Master na terceira colocação.

King Colony surpreendeu no terceiro páreo dominando a corrida nos metros finais. Obtuso formou a dupla, mas foi desclassificado para terceiro porque prejudicou Dá-lhe Grison, que já havia sido prejudicado nos 300 metros, por outro competidor.

Ops Smile venceu de ponta a ponta a quarta prova, defendendo-se no final do ataque de Harley que formou a dupla, deixando Ibérico na terceira colocação, com Qualili completando a quadrifeta.

Jaracap conseguiu sensacional vitória na quarta prova. Amalfi Nera correu na ponta, seguida de perto por Magical Machine, nos 300 finais os dois primeiros esmoreceram prevalecendo Jaracap, que em forte atropelada venceu a prova com Listen em bom segundo. Kastell chegou perto dos dois primeiros.

Dardiére estreou com vitória na Prova Especial Lysimaco Ferreira da Costa Neto, atropelando na reta de chegada. Jane Love correu na ponta, seguida de perto por Linda Carol, com as demais longe das duas primeiras. Na reta modificou-se o panorama da corrida. Linda Carol dominou aquela rival, mas no final foi suplantada pela estreante Dardiére, que demonstrou qualidades. Jane Love atrasou-se para terceiro.

Decisão Máxima venceu a prova de encerramento: depois de figurar bem durante todo o percurso, defendeu-se no final do ataque de Rubrick, que formou a dobradinha do Stud Mandrake.