Pilotos de todo o Brasil já confirmaram a participação na 20.ª edição das “500 Milhas de Londrina”, tradicional prova do automobilismo paranaense, que será realizada no Autódromo Ayrton Senna do dia 8 a 10. A organização está confiante que vai superar a marca de 43 carros na corrida, que será disputada em 800 km, ou 263 voltas, em pouco menos de seis horas, no traçado de 3.145 metros. A largada está prevista para as 16h do sábado (10) e a chegada para as 22 horas. A prova, que faz parte das festividades dos 77 anos da cidade de Londrina, será válida também pela última etapa do Campeonato Paranaense de Endurance e da Copa das Confederações, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Serão disputadas as categorias: Grupo I Geral: Força Livre; Grupo II: Protótipos Nacionais até 2.000cc e 620 kg; Grupo III: Força Livre Light acima de 2.001cc e 1.000 kg; Grupo IV: Fórmula Spyder (Totti); Grupo V:Marcas 1.6; e Grupo F: Marcas Light e Speed 1.600. Os treinos livres começam na quinta-feira (8), e os treinos classificatórios acontecem na sexta-feira (9), na competição que fecha as atividades do calendário automobilístico paranaense de 2011.

Entre as equipes de Gran Turismo nacionais, o governador Beto Richa tem presença garantida no grid das “500 Milhas de Londrina 2011”, pilotando uma Maserati (GT3), em parceria com o piloto paranaense Caco Almeida e o paulista Eduardo Mehry Neto. Está confirmada também a presença da dupla paulista Chico Longo/Daniel Serra, da equipe Via Itália, com a Ferrari F458 (GT3), com mais de 600 HP de potência, vencedora da 18. ª edição das “500 Milhas de Londrina”, em 2009. A equipe do paulista Lucas Molo vai participar com uma Ferrari F430 (GT3/GT2) com 580 HP de potência, que está definindo os pilotos com quem vai dividir a jornada com quase seis horas de duração.