O problema na carenagem nos carros da Williams não preocupam Felipe Massa. Afetado pela falha no primeiro treino livre do GP de Abu Dabi, o brasileiro admitiu que não teve um “dia perfeito”, mas avisou que todos já estão trabalhando para resolver o problema a tempo de disputar o treino classificatório, no sábado, em condição mais favorável.

“Eu não diria que tivemos o dia perfeito, mas eu sei em quais áreas precisamos melhorar. E sei como vamos fazer isso, então não estou preocupado. A primeira sessão não chegou a ser um problema porque, por sorte, eu já tinha visto aquela falha mais cedo”, minimizou o piloto.

A falha na carenagem atingiu os dois carros da Williams quase ao mesmo tempo. Por essa razão, eles praticamente não testaram o Circuito de Yas Marina no início do dia. Massa completou apenas sete voltas no traçado, enquanto o finlandês Valtteri Bottas deu oito voltas.

O problema foi corrigido antes da segunda sessão livre. E cada piloto pôde percorrer 34 voltas no circuito. “À tarde, foi melhor. Tivemos algum progresso, mas ainda sofremos um pouco com os pneus novos. A Mercedes ainda parece bem rápida, mas vamos continuar trabalhando para reduzir a diferença para eles”, disse Massa.

O brasileiro correrá em Abu Dabi ainda motivado pelo terceiro lugar obtido no GP do Brasil, há duas semanas. Melhor piloto logo após os dois carros da Mercedes, Massa chegou a ser apontado pelo alemão Nico Rosberg, candidato ao título, como o possível fiel da balança na disputa do campeonato.

Segundo colocado no campeonato, Rosberg precisa de uma combinação de resultado para chegar ao título. Para levar o troféu, tem que chegar em primeiro no domingo e ainda torcer para o inglês Lewis Hamilton não passar do terceiro lugar. Assim, o alemão elegeu Massa como o melhor candidato para terminar a prova em segundo, justamente entre ele e Hamilton, dando resultado favorável ao seu título.