Um dia depois de vencer o Fluminense por 3 a 1 e mostrar que ficou mais forte com a chegada de Juninho Pernambucano, o Vasco apresentou Fagner, nesta segunda-feira, como mais um reforço para o segundo semestre. O lateral-direito retorna ao clube depois de passagem vitoriosa no passado, quando conquistou os títulos da Série B em 2009 e da Copa do Brasil de 2011.

Fagner estava no Wolfsburg, da Alemanha, e volta ao clube em boas condições físicas, mas evita estipular prazo para fazer sua reestreia. “Isso é com o professor Dorival (o técnico Dorival Júnior). Estava treinando. Fisicamente estou bem”, avisou.

Desde a sua saída, a lateral direita é um dos pontos de deficiência do Vasco. A contratação de Nei trazia a expectativa de que o problema fosse resolvido, mas não foi o caso. Os técnicos que passaram pelo clube recentemente improvisaram continuamente no setor.

“Uma série de fatores contribuiu para a minha volta. Quando surgiu a oportunidade, pensei na minha família. Minha esposa está esperando o nosso segundo filho. O carinho pelo Vasco também pesou, tenho certeza de que fiz a escolha certa”, disse Fagner.

“O Fagner foi importante naquele momento do clube, ficou aqui um período grande. O retorno dele é motivo de orgulho para o Vasco”, comemorou o presidente do clube, Roberto Dinamite.

Para manter o bom momento, o Vasco recebe o Criciúma no sábado, em São Januário, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.