O volante Alan Bahia tem chances de atuar hoje e chegar à sua 350.ª partida com a camisa do Atlético. Além disso, o jogo pode também colocar o Furacão na sua primeira semifinal de Copa do Brasil. O jogador, que do atual elenco é o que mais vestiu a camisa rubro-negra, terá a segunda oportunidade para eliminar o time paulista, que em 2010 interrompeu o sonho atleticano nas oitavas de final. Além de Alan Bahia, Bruno Mineiro e Manoel também são remanescentes daquele empate por 1 x 1 na Arena da Baixada.

Agora, para Alan Bahia, o passado não interessa mais. Nem mesmo o fato de o Palmeiras ter sido o algoz do Furacão por duas vezes na Copa do Brasil. O que ele quer é colocar em prática tudo que o técnico Juan Ramón Carrasco treinou para este jogo. “Sabemos da responsabilidade de jogar com uma grande equipe como é o Palmeiras, mas estamos focados no nosso objetivo. Sabemos que vai ser um jogo muito difícil e vamos para lá fazer aquilo que o Carrasco vem trabalhando, para sair com a classificação”, disse.