O Santos divulgou nota oficial, no final da tarde desta quinta-feira, para confirmar que um exame de ressonância magnética realizado pela manhã apontou um edema no músculo posterior da coxa esquerda do volante Arouca. O jogador se machucou no empate por 1 a 1 com o Crac-GO, na última quarta à noite, na Vila Belmiro, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O clube informou que o atleta já começou a ser submetido a um trabalho de fisioterapia na tarde desta quinta, no Cepraf do CT Rei Pelé, mas não revelou o tempo previsto de recuperação estimado pelo departamento médico santista.

Por causa da lesão, Arouca precisou ser substituído por Alan Santos no duelo diante do Crac e passou a virar motivo de preocupação do técnico interino Claudinei Oliveira também para o duelo deste sábado, contra a Portuguesa, às 18h30, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Dúvida para a partida diante da Lusa, Arouca deve ao menos ficar à disposição para o confronto de volta contra o Crac, que ocorrerá apenas no próximo dia 24, em Catalão (GO), onde o Santos precisará de uma vitória simples ou um empate por dois ou mais gols para seguir vivo na Copa do Brasil. Uma igualdade sem gols classificará a equipe goiana para as oitavas de final da competição.