O meia Felipe Sodinha, que deixou o Paulista no ano passado, esteve ontem no Estádio Jayme Cintra para ver a vitória de seu ex-clube por 3 a 1 sobre o Santo André e acabou apanhando da torcida.

Durante a partida, Felipe Sodinha foi agredido por integrantes da torcida organizada Raça Tricolor que não aprovaram sua saída do clube, em 2006. Na ocasião, com 18 anos, ele não renovou seu contrato com o clube e foi embora. Hoje ele joga na Udinese, da Itália.

O meia levou um soco na boca, empurrões e tapas na cabeça. A Polícia Militar precisou intervir, e o jogador saiu correndo do estádio antes mesmo de o jogo terminar. Sodinha também criticou a diretoria do Paulista durante a semana, o que aumentou a raiva da torcida.