O governo dos EUA se comprometeu, nesta terça-feira, com a definição, até agosto, de uma nova base para as negociações sobre a Rodada Doha da Organização Mundial de Comércio (OMC). O representante comercial dos EUA, Ron Kirk, disse que Washington endossou o pedido do Grupo de Cairns, que reúne os principais países exportadores agrícolas do mundo, para a retomada das negociações o mais breve possível. Ontem, Kirk havia se reunido com o diretor-geral da OMC, Pascal Lamy, e com o recém-nomeado ministro do Comércio da Índia, Anand Sharma.

“Não fazer nada, rejeitar a busca de uma alternativa para o que vínhamos fazendo nas três rodadas anteriores é de fato uma decisão que nos leva ao fracasso de Doha, o que não é uma conclusão aceitável”, afirmou Kirk. O ex-prefeito de Dallas, designado para o posto em março pelo presidente Barack Obama, disse que é hora de uma nova abordagem para concluir a Rodada Doha como estímulo para a recuperação da economia global.

Kirk falou no encerramento de uma reunião ministerial de três dias entre os 19 membros do Grupo de Cairns, que responde por 25% do comércio agrícola mundial. O encontro ocorreu na ilha turística de Bali, na Indonésia. As informações são da Dow Jones.