O Estudiantes confirmou o favoritismo e eliminou o Defensor da Copa Libertadores nesta quinta-feira. O time argentino repetiu o placar do jogo de ida, em Montevidéu, e bateu os uruguaios por 1 a 0, diante de sua torcida, em La Plata.

Nas semifinais da competição, o Estudiantes vai enfrentar o Nacional, também do Uruguai. O Nacional eliminou o Palmeiras da Libertadores na noite de quarta-feira. Ainda sem data definida, o primeiro jogo da próxima fase será disputado em La Plata, enquanto a segunda partida será realizada em Montevidéu. Fazia 26 anos que o time argentino não alcançava a semifinal da Libertadores.

Nesta quinta, o Estudiantes entrou em campo com a vantagem de jogar pelo empate, depois de ter vencido o jogo de ida por 1 a 0. Mesmo assim, o time argentino não ficou na retranca e buscou a vitória desde o início do confronto.

A vida do Estudiantes ficou mais fácil aos 13 minutos de jogo. A defesa do Defensor saiu mal e Benítez aproveitou a chance para marcar o único gol da partida. Com a vantagem ampliada, os donos da casa se soltaram em campo e tiveram boas chances de aumentar o placar ainda na primeira etapa. Boselli teve duas grandes oportunidades e Salgueiro acertou a trave.

O Defensor, algoz do Boca Juniors nas oitavas de final, era lento em campo e demonstrou pouca reação após o gol. No final do jogo, Diaz recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, dificultando ainda mais a já difícil tarefa dos uruguaios.