A conta de medalhas de ouro dos Jogos de Sochi vai ter pelo menos uma a mais do que o previsto. A de pratas, por outro lado, terá uma a menos. Isso porque, nesta quarta-feira, um raríssimo empate definiu as vencedoras da prova feminina de downhill no esqui alpino. Tina Maze, da Eslovênia, e Dominique Gisin, da Suíça, dividiram o ouro.

As duas completaram a descida na Mountain Cluster no mesmo tempo: 1min41s57. Como no esqui alpino as atletas competem individualmente, descendo uma por vez, não existe o recurso do photofinish. Diferente do luge/bobsled e das provas da patinação em velocidade, não há a a contagem do tempo em milésimos de segundo.

Como duas atletas ganharam o ouro, não houve a distribuição de medalha de prata. A terceira colocada ficou com o bronze: a suíça Lara Gut, que completou 10 centésimos de segundo depois que as campeãs.

Esta é a primeira vez que uma prova de esqui alpino – uma das modalidades mais tradicionais da neve – tem um empate em Jogos Olímpicos de Inverno. O último empate havia sido no Super G masculino de Nagano/1998, pela prata. Entre mulheres, não havia divisão de medalhas desde Albertville/1992, também no segundo lugar.