Capitão do Barcelona, Puyol tratou de diminuir a pressão sobre a equipe por uma vitória no clássico deste sábado, contra o Real Madrid, no Camp Nou. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o defensor lembrou que a partida é só mais uma num campeonato de pontos corridos, como é o caso do Espanhol.

“Existe um longo caminho a se percorrer e o campeonato não será decidido no clássico. Mas é uma boa partida para ganhar confiança. As pessoas falam muito sobre o jogo antes, depois analisam tudo, mas no final é apenas outro jogo de futebol valendo três pontos”, comentou o capitão.

Se for confirmado na equipe titular pelo técnico Gerardo Martino, Puyol vai voltar ao gramado do Camp Nou após sete meses. O jogador sofreu com lesões nesse período, demorou a se recuperar, e voltou no fim de semana passado, contra o Osasuna, fora de casa. Diante do Milan, terça, pela Liga dos Campeões, foi preservado.

“É um jogo que todo mundo quer jogar. Eu apenas tenho que me preparar e esperar para ver o que o treinador decide. Durante o jogo contra o Osasuna eu me senti muito bem. Tinha algumas dúvidas de como meu joelho reagiria após a partida, mas nas sessões de recuperação tudo correu bem”, explicou Puyol, que disputa duas posições com Mascherano e Piqué. Este deixou o jogo contra o Milan com desconforto na perna esquerda e é dúvida para sábado.

LESÃO – O mexicano Jonathan dos Santos sofreu uma lesão no joelho direito durante treino de quarta-feira à tarde na Cidade Desportiva. O jogador ainda passará por novos exames para ser diagnosticada a gravidade da lesão e se ele precisará passar por cirurgia. Esta é a segunda temporada do jogador no elenco principal do Barcelona.