enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Espanha solta nota oficial para negar escândalo em hotel

A Real Federação Espanhol de Futebol (RFEF) resolveu emitir uma nota oficial, nesta terça-feira, para negar “rotundamente” que jogadores da seleção espanhola participaram de uma festa, com álcool, mulheres e strip-pôquer, na semana passada, no hotel em que a delegação do país se hospedou, em Recife, visando a sua estreia nesta edição da Copa das Confederações.

O suposto episódio, que chegou a ser noticiado por um órgão da imprensa brasileira, surgiu depois de a Fifa ter confirmado, na última quinta-feira, que a polícia estava investigando um incidente no qual atletas da Espanha foram furtados no hotel onde se hospedaram na capital pernambucana.

E, nesta terça, a RFEF confirmou que seis jogadores da seleção foram roubados enquanto a Espanha enfrentava o Uruguai, no último dia 16, em Recife, em seu jogo de estreia nesta Copa das Confederações. A entidade confirmou que o ocorrido foi denunciado para a polícia, mas negou de forma contundente a existência de qualquer outro tipo de episódio que pudesse comprometer a conduta dos atletas.

O zagueiro Gerard Piqué teria sido o primeiro a alertar para o sumiço de dinheiro e pertences, enquanto outros só perceberam o incidente quando preparavam suas malas para a viagem até o Rio, onde a Espanha enfrentou o Taiti, no Maracanã, na segunda rodada da Copa das Confederações.

“A Real Federação Espanhola de Futebol nega rotundamente os fatos difundidos por um meio de comunicação brasileiro e que atentam ao bom nome da seleção espanhola de futebol e a reputação e o profissionalismo dos seus jogadores”, escreveu a RFEF, que depois sublinhou: “A denúncia não envolve quaisquer ataques contra o Comitê Organizador Local, nem contra a Fifa, muito menos contra um país como o Brasil, que recebeu a seleção espanhola com os braços abertos. Tal circunstância poderia ter acontecido em qualquer lugar do mundo, incluindo a Espanha”.

A entidade também reclamou que uma “série de calúnias” contra os jogadores foram ditas depois do suposto episódio ocorrido no hotel ser reproduzido na imprensa internacional. “A RFEF rechaça em sua totalidade e repudia, profundamente, porque fere a honra de seus jogadores, suas famílias e amigos”, destacou.

Por fim, a RFEF garantiu que o episódio polêmico não irá atrapalhar o desempenho em campo da Espanha, que nesta quinta-feira enfrentará a Itália, às 16 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela semifinal da Copa das Confederações. “Este fato, que não vai desestabilizar de modo algum a atuação esportiva da equipe espanhola, desperta a indignação desta Real Federação, pois apenas pretende causar dano, gratuitamente, à reputação dos jogadores da seleção espanhola, que tem demonstrado durante muitos anos seu bom trabalho, profissionalismo e exemplo”, encerrou.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas