Atual campeã europeia, a Espanha chegará à Copa do Mundo do ano que vem, na África do Sul, como uma das favoritas ao título. Para confirmar a boa fase, o time espanhol goleou a Bósnia-Herzegovina por 5 a 2 nesta quarta-feira, fora de casa, e encerrou as Eliminatórias com 100% de aproveitamento. Foram dez vitórias na campanha perfeita, com direito a três goleadas.

A Espanha terminou na liderança do Grupo 5, somando 30 pontos e tendo a vaga garantida com duas rodadas de antecedência. Na segunda posição ficou justamente a Bósnia, com 19 pontos e o direito de ainda participar da repescagem, que terá mais sete seleções e distribuirá quatro vagas à Copa. O terceiro lugar terminou com a Turquia, que ainda venceu a Armênia por 2 a 0 nesta quarta, em casa.

Jogando em Zenica, os espanhóis tiveram mais facilidade do que o esperado diante dos vice-líderes da chave. Logo no início, já abriram 2 a 0. Aos 13 minutos, Piqué abriu o placar para os visitantes. No minuto seguinte, David Silva ampliou a vantagem. No segundo tempo, o atacante Negredo, do Sevilla, ainda fez dois e Juan Mata marcou o quinto antes que os bósnios descontassem com Dzeko e Misimovic.

Além de manter o 100% de aproveitamento, a goleada sobre a Bósnia também garantiu para a Espanha a condição de seleção com mais vitórias nas Eliminatórias Europeias. Isso porque a Holanda, outra equipe que venceu todas as suas partidas, estava no Grupo 9, único com cinco times em vez de seis. Assim, os holandeses disputaram apenas oito jogos.