Atual campeã da Eurocopa, a Espanha aposta nos jogadores do Barcelona para defender seu título este ano, na competição que será disputada na Ucrânia e na Polônia. Neste domingo, o técnico Vicente del Bosque anunciou a lista com 23 nomes que disputarão a competição. Entre eles estão sete atletas do time catalão.

O goleiro Victor Valdés, o zagueiro Piqué, os meio-campistas, Busquets, Xavi, Iniesta e Fabregas, e o atacante Pedro, todos do Barcelona, foram chamados. Campeão espanhol, o Real Madrid também estará bem representado, com cinco jogadores: Casillas, Sergio Ramos, Arbeloa, Albiol e Xabi Alonso.

A lista de nomes do time catalão poderia ser ainda maior, mas o zagueiro Carles Puyol, o meia Thiago Alcântara e o atacante David Villa acabaram ficando de fora por causa de lesões. A ausência de Villa, principal artilheiro da história da seleção, foi muito lamentada por Del Bosque. “Ele é insubstituível, mas precisávamos achar soluções”, comentou.

Sem Villa, o treinador apostou em Alvaro Negredo, do Sevilla, para o ataque, deixando de fora Soldado, do Valencia. Quem também pode se aproveitar da ausência do jogador é Fernando Torres, que vem evoluindo no Chelsea, foi convocado, e pode ser titular da seleção.

Uma das favoritas da Eurocopa, a Espanha está no Grupo C e estreia no dia 10 de junho, diante da Itália. As outras seleções da chave são Irlanda e Croácia.

Confira a lista de convocados da Espanha:

Goleiros: Iker Casillas (Real Madrid), Pepe Reina (Liverpool) e Victor Valdés (Barcelona).

Defensores: Sergio Ramos (Real Madrid), Alvaro Arbeloa (Real Madrid), Raul Albiol (Real Madrid), Gerard Pique (Barcelona), Jordi Alba (Valencia) e Juanfran Torres (Atletico de Madrid).

Meio-campistas: Sergio Busquets (Barcelona), Xavi Hernandez (Barcelona), Andres Iniesta (Barcelona), Javi Martinez (Athletic Bilbao), Xabi Alonso (Real Madrid), Cesc Fabregas (Barcelona), Juan Mata (Chelsea) e Santi Cazorla (Málaga).

Atacantes: David Silva (Manchester City), Fernando Llorente (Athletic Bilbao), Fernando Torres (Chelsea), Jesus Navas (Sevilla), Pedro Rodriguez (Barcelona) e Alvaro Negredo (Sevilla).