Fábio Alexandre

Free Lapeano, de criação de odenir Silveira Xavier, defendendo a farda do Stud Camacho, treinado por Valmor Fagundes e dirigido Silvado dos Santos, venceu em chegada sensacional.

No dia 1.º de julho será iniciado novo ano hípico e, desta forma, todos os animais PSI mudarão de idade e, como vitória de um potro aos dois anos não deixa de ser valorizada, espera-se que a comissão de turfe receba elevado número de inscrições de produtos da geração 2004, para a última reunião da temporada hípica, marcada para o próximo dia 22, sexta-feira da próxima semana. O programa será formado na próxima quinta-feira.

Destacam-se como atrações da chamada o Clássico Criadores (Criterium Paranaense), reservado para produtos de dois anos de idade hípica, na distância de 1.600 metros, com peso da Tabela 1, e o Grande Prêmio Ciro Frare, na distância de 1.000 metros, também com a participação de produtos da geração 2004.

Espera-se, desta forma, que a comissão de turfe, receba número suficiente de inscrições para organização de um programa sensacional, que marcará o encerramento da temporada hípica.

Sucesso

A reunião da semana passada, com menor número de inscrições, sendo quatro provas com reduzido número de competidores, acusou bom movimento de apostas: R$ 280.211,58, esperando-se desta forma que a temporada de 2006/2007 seja encerrada com sucesso financeiro o total de apostas, devendo o movimento de apostas figurar entre os melhores do ano hípico.

Nasa Glory correrá com chance em SP

As corridas desta noite em São Paulo apresentam-se com duas inscrições do Tarumã, mas o forfé de Anni Futuri, que deveria atuar na nona prova, já foi registrado.

Assim, apenas Nasa Glory representará o turfe paranaense, mas com amplas possibilidades de vitória, sendo indicada pela revista Turfe Brasil como favorita da prova de abertura, defendendo a farda do treinador Antenor Menegolo Neto, dirigida pelo aprendiz A.A. Santos. Norois, Zhiguli e Kid Rock Cat são apontados como maiores rivais da filha de Exile King.

Todas as provas serão transmitidas ao vivo para o Tarumã e agências do Paraná e Santa Catarina, que estarão recebendo apostas.

Vitórias de paranaenses

Na semana passada dez animais paranaenses venceram em outros hipódromos sem atingir a elevada média dos últimos meses. A vitória mais importante foi de Comandante Xará, que venceu prova especial em São Paulo.

Apresentamos, a seguir, as vitórias de animais paranaenses, de acordo com pesquisa do colega Dalton Luís Mehl Andrusko.

Cidade Jardim: – Comandante Xará, por Bonapartiste e Massablelle (Executioner), de criação do Haras Xará e propriedade do Haras Xará/Mineral Park (Prova Especial Renato Junqueira Neto; Underground City, por Underground Fire e Dona Road (Crown Bowler), de criação do Haras Primavera e propriedade de José Luiz Ferreira da Rocha; e Nuvem Negra, por Choctaw Ridge e Fast Breeze, de criação do Haras Novo Mossoró.

Gávea – Finest Class, por Parme e Genuine Class (Regimen), de criação do Haras Santarém. Retopten, por Dancer Man e Toptoptopten (Mining), de criação do Haras Pemale do Sul; Leo Nucci, por Dubai Dust e Dje Walkure (Critique), de criação do Haras Tributo à Opera; Hilaris, por Parme e Nortica (Kitwood), de criação do Haras Santarém; Back To Victory, por Put It Back e Salandra (New Dandy), de criação do Haras Don Juan; Queen Woodman, por Spend A Buck e Shoo Bee Dôo (Woodman), de criação do Haras Anderson.

Cristal – Tropical Mountain, por Yagli e Tropical Land (Baligh), de criação do Haras São José da Serra