Sem vencer há três rodadas no Campeonato Brasileiro e ainda perigosamente perto da zona de rebaixamento, o Flamengo espera levar para o jogo contra o Corinthians, neste domingo, às 16 horas, no Pacaembu, pela 17.ª rodada, a empolgação provocada pela classificação dramática na Copa do Brasil, obtida com vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, na última quarta-feira.

“Depois de quarta-feira estamos mais confiantes na nossa capacidade. A recuperação de pós-jogo quando ganha e conquista uma vitória como essa é diferente. A cabeça é parte importante do corpo e estando boa o corpo vai estar melhor”, comemorou o técnico Mano Menezes.

O comandante é apenas um de vários rubro-negros que terão um reencontro interessante contra o Corinthians. Mano Menezes, Elias (herói da classificação na Copa do Brasil), Wallace, André Santos, Chicão, Felipe – todos tiveram passagem marcante pelo time paulista.

Ninguém mais do que Elias, porém, anseia mais pela partida. E não porque quer vingança. Será o seu primeiro jogo contra o ex-clube e o volante, coração e mente do time flamenguista, confessa animação especial. “Espero por esse jogo por muito tempo”, disse o jogador, sem disfarçar sua íntima relação com o clube rival.

O volante é homem certo na escalação rubro-negra. Nas demais posições, menos certezas. Mano Menezes faz mistério depois de alterar profundamente o time por três compromissos seguidos, dois deles pela Copa do Brasil. “Na Copa, precisamos neutralizar o adversário num jogo e explorar suas deficiências no outro. Exige uma mudança. Nos pontos corridos a situação é diferente. Mas só vou divulgar escalação a 45 minutos do apito inicial”, disse o treinador, que adiantou apenas que o lateral-direito Leonardo Moura não voltará de lesão contra os corintianos.