Rebaixamento não é uma palavra corriqueira no União Bandeirante. Em quatro décadas de Campeonato Paranaense, a queda para a segundona foi escrita apenas uma vez na história do clube – ela ocorreu em 1987. Neste sábado, no entanto, o drama será repetido se o clube não conseguir, no mínimo, um empate contra o Cascavel, no Oeste do estado, a partir de 16h.

No jogo que encerra o Campeonato Paranaense de 2003 para os dois times, 28 dias após o início da competição, Bira, com dores musculares, é o desfalque do União. Por isso, Godoi, atacante nas últimas rodadas, volta para o meio-campo. No ataque, Edinaldo é novamente titular.

No Cascavel, o lateral-esquerdo Tagor e o meia Denílson substituem os contundidos Fernando e Valmor. O volante Kullman retorna de suspensão.