Genebra – O empate por 1 a 1 no amistoso de ontem contra a Suíça valeu por três motivos para a Itália: 1) aumentou a invencibilidade da equipe para 17 partidas; 2) o craque Totti ficou em campo 90 minutos e não mostrou receio de entrar em divididas, algo louvável para quem correu o risco de ficar fora da Copa por causa de uma fratura no tornozelo direito; 3) em 1982, quando foi campeã do mundo, a equipe também empatou por 1 a 1 com a Suíça em Genebra poucos dias antes da abertura do Mundial.

Mas o jogo também mostrou que o técnico Marcello Lippi tem muitos detalhes para retocar até o dia 12, quando o time estreará na Copa enfrentando Gana em Hannover. A Itália teve dificuldade para manter a posse de bola e o ataque não existiu.

Na única vez em que um lateral apoiou bem, saiu o gol. Grosso cruzou rasteiro da esquerda e Gilardino tocou de primeira, aos 10 minutos do primeiro tempo. A Suíça empatou com Gygax, aos 31.