Emanuel, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas, e Shelda, prata em Sydney e na Grécia, foram eleitos os melhores jogadores do Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia 2004. A Festa dos Melhores do Ano, o "Oscar" da competição, foi na noite de sábado na arena de Copacabana, no Rio. Bruno (AM) e Juliana (CE) foram as revelações da temporada.

Shelda, que ainda ganhou o prêmio de melhor recepção pela sexta vez, recebeu o troféu de melhor jogadora do Circuito Banco do Brasil em outras cinco ocasiões: 98, 99, 2000, 2001 e 2003. Emanuel também foi considerado o melhor jogador em 2003.

Harley é o dono do melhor saque pelo quarto ano consecutivo. Fabinho foi o melhor levantador nos últimos dois anos e seu irmão, Márcio, o mais perfeito na defesa pela quarta vez. Ana Paula levou o prêmio de melhor bloqueio pela terceira vez seguida. Letícia foi eleita a melhor técnica pela terceira vez.

A única ausência entre os premiados foi de Gilmário Ricarti, o Cajá, técnico de Ricardo e de Emanuel. O treinador foi representado por Ricardo, que subiu ao palco para receber o troféu, o segundo do técnico.

"Todas as duplas que o Cajá dirigiu até hoje foram campeãs. Ele é um vencedor", ressaltou o baiano Ricardo.

O presidente da Confederação Brasileira de Voleibol ainda prestou algumas homenagens. As duas duplas medalhistas olímpicas receberam uma bola de ouro. Emanuel recebeu o prêmio de Cidadão e Exemplo de Tenacidade e Competência. Rejane, que esteve presente no Circuito Banco do Brasil desde a primeira etapa feminina, em 92, jogou pela última vez nas areias, também não foi esquecida.

"A coisa mais legal para mim é que fui muito ovacionada. Esse carinho unânime não tem preço. Sempre sonhei com este momento, imaginava como ele seria. Deus não poderia ter me brindado de forma melhor: estou em Copacabana, no fim da minha carreira, na última etapa do ano. Consegui parar de jogar ainda competitiva, com quase 43 anos, e o que deixo aqui é o exemplo de nunca desistir de um sonho", desabafou, emocionada, a veterana gaúcha radicada no tradicional bairro carioca.

"O ano de 2004 foi muito vitorioso. Este prêmio só mostra que na próxima temporada vou ter que me preparar muito mais. É uma responsabilidade ser eleito o melhor jogador", argumentou Emanuel, depois de receber seu troféu pelo segundo ano seguido.

Já para Shelda, o prêmio foi uma conquista em conjunto. "Fico feliz. Este prêmio não é só meu, é também da Adriana. Se hoje sou a melhor jogadora é porque ao meu lado está a Adriana, que me coloca nas melhores condições para virar a bola e para defender"