As duas derrotas consecutivas na Série B do Campeonato Brasileiro criaram uma situação complicada para o Vasco. Líder desde o início da competição, o time cruzmaltino precisa vencer o Oeste, neste sábado, às 16h30, no estádio de São Januário, no Rio, para recuperar a liderança da competição e afastar a crise por causa dos seis jogos sem vitória (cinco pela competição nacional e um pela Copa do Brasil).

Como a 24.ª rodada teve início na última terça-feira, o Vasco, com 41 pontos, perdeu a liderança para o Atlético Goianiense, que chegou a 42, mas pode retomar a ponta caso vença neste sábado. O time paulista luta contra o rebaixamento e está na 13.ª posição com 30 pontos, três acima do Goiás, clube que abre a faixa dos quatro piores.

Invicto por 34 jogos, em uma série que teve início em novembro do ano passado e acabou em junho, o Vasco vive uma situação completamente distinta. Apesar de não admitir o mau momento, o goleiro uruguaio Martin Silva espera colocar um fim na sequência sem vitória para melhorar o clima no clube.

“Vitória é a única coisa que nos interessa, mas está muito longe de ser crise porque ainda temos a liderança em jogos iguais, estamos tranquilos. Sabemos que não é tudo ou nada. Temos a pressão normal de ganhar em casa, mas, não vai acontecer uma tragédia se o Vasco passar três dias, até a próxima terça (data do jogo com o Goiás), sem estar na liderança”, analisou o goleiro.

Convocado pelo Uruguai pelas Eliminatórias, Martin Silva volta ao time no lugar de Jordi. Na defesa, Luan cumpriu suspensão e forma dupla de defesa com Rodrigo. No meio de campo, o técnico Jorginho faz mais um teste com a saída de Marcelo Mattos para a entrada de Junior Dutra, em uma formação com três atacantes.

Com apenas uma vitória em cinco jogos, o Oeste se aproximou da zona do rebaixamento e tenta reabilitação na Série B. Para a partida, o técnico Fernando Diniz conta com o retorno do atacante Ricardo Bueno, recuperado de lesão.