Uma das promessas do tênis brasileiro, Orlando Luz disputa nesta semana o seu primeiro torneio de nível Challenger da ATP na carreira profissional. Neste sábado, em Santos, caiu na semifinal diante do belga Germain Gigounon por 2 sets a 0, com um duplo 6/3.

Em 1 hora e 14 minutos de partida, Orlandinho teve dificuldades no saque, especialmente o segundo serviço, com o qual venceu apenas oito pontos em 29 disputados. Vulnerável, o tenista gaúcho de apenas 17 anos acabou enfrentando 14 break points na partida e sofrendo três quebras.

Na final deste domingo, Germain Gigounon, atual número 251 do mundo, enfrenta o esloveno Blaz Rola, cabeça 2 e 112.º colocado do ranking mundial, que venceu o argentino Guido Pella, 163.º colocado, por 2 sets a 1 – com parciais de 6/3, 3/6 e 6/1.

Apesar da eliminação, Orlandinho comemora o salto no ranking da ATP. Número 2 do mundo como juvenil e atual 964.º colocado como profissional, ele soma 29 pontos que o farão ganhar mais de 300 posições e ficar perto do 620.º lugar. Na próxima semana, vai à capital paulista para disputar seu segundo challenger na carreira, nas quadras de saibro do Clube Paineiras do Morumby.

FEMININO – Paula Gonçalves também parou na semifinal neste sábado. No ITF de Dothan, no estado do Alabama, nos Estados Unidos, perdeu para a norte-americana Katerina Stewart por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0. Mesmo assim, a tenista de 24 anos, atual número 287 do mundo, deverá ficar perto de seu melhor ranking da carreira (254.º lugar, em julho de 2014).