Santos – Quando uma equipe precisa se reabilitar, enfrentar um adversário fraco facilita as coisas. O Santos constatou isso ontem, na Vila Belmiro, no jogo com o Atlético-MG, um time desentrosado e formado por vários jogadores conhecidos, mas que pouco fizeram nos vários clubes por onde passaram. Resultado: o Santos venceu por 3 a 0 sem fazer força e voltou à liderança do Brasileiro. Tem, agora, 12 pontos e saldo de gols (7) melhor que Fluminense (4) e Botafogo (2), ambos derrotados na rodada.

Ontem o Santos, a rigor, só precisou jogar um tempo, o primeiro. Sem Henao, machucado, e os volantes Fabinho e Bóvio, poupados para o duelo contra os chilenos, não precisou correr muito para se impor. Até porque o Atlético colaborou. Tite escalou o time com três zagueiros que não marcavam ninguém nem se posicionavam corretamente. E os jogadores de meio-campo também deixaram os santistas jogar. A conseqüência é que os dois gols do Santos na etapa, ambos de Ricardinho, foram em jogadas semelhantes.

Na etapa final, o Santos recuou, o Atlético avançou, ficou mais tempo com a bola e concluiu várias vezes contra o gol do Santos. Além disso, o Santos só foi dominado porque não forçou. E quando atacou fez o terceiro gol, marcado contra pelo zagueiro Adriano após jogada em que Robinho deu um drible estonteante em Henrique. Fez, também, o quarto. Mas o juiz Wagner Tardelli inexplicavelmente anulou. Só ele viu falta de Robinho em Henrique, num lance em que o atacante acertou bela cabeçada.

Santos 3 x 0 Atlético-MG

Santos – Mauro; Paulo César (Flávio), Ávalos (Leonardo), Halisson e Léo; Zé Elias, Elton, Luciano Henrique e Ricardinho; Deivid (Basílio) e Robinho. Técnico: Gallo. Atlético-MG: Danrlei; André Luiz, Henrique e Adriano; Evanilson (George), Walker, Ramon (Ataliba), Rodrigo Fabri e Rubens Cardoso; Euller e Fábio Júnior (Quirino). Técnico: Tite. Gols: Ricardinho aos 15? e 31? do 1.º tempo e Adriano (contra) aos 42? do 2.º. Árbitro: Wagner Tardelli. Cartão amarelo: Leonardo, Henrique, Rodrigo Fabri e Euller. Renda: R$ 61.093,00. Público: 5.017 pagantes. Local: Vila Belmiro.