O Avaí já não é mais o mesmo do início do Brasileirão. Após vencer o líder Corinthians no final de semana, o time catarinense foi a Fortaleza nesta quarta-feira e ignorou a sequência de quatro vitórias seguidas do time cearense jogando em casa. Com dois gols no fim, a equipe avaiana venceu a alvinegra por 3 a 0 e já se colocou perto de deixar a zona de rebaixamento.

Com os três pontos conquistados nesta quarta, o Avaí foi a 13, mesma pontuação de Grêmio e Atlético-GO. Fica atrás porque tem saldo de gols muito pior. Já o Ceará, que vinha de uma goleada de 4 a 0 para o Fluminense, estacionou nos 18 pontos.

O JOGO – O Ceará não soube traduzir em gols o domínio no primeiro tempo. Teve pelo menos seis chances reais com Osvaldo, Thiago Humberto e Marcelo Nicácio. Mas foi o Avaí que, na base do contra-ataque, chegou ao primeiro gol. Aos 13 minutos, Willian envolveu a marcação e fez 1 a 0.

Para o segundo tempo, Vagner Mancini sacou Edmilson e Thiago Humberto. Entraram Enrico e Felipe Azevedo, mas o Ceará continuou pressionando sem objetividade.

Aos 10 minutos, Alexandre Gallo reforçou mais ainda a marcação tirando Diego Orlando, que tinha cartão amarelo, e colocando Acleisson. Aos 20, foi a vez de o atacante Willian sair para dar lugar a Cleverson. O Avaí fechado ia enervando o Ceará até que, aos 21, Vicente, que tinha recebido cartão amarelo no primeiro tempo, foi expulso. Mancini apelou para Rudnei, tirando Boiadeiro. Ato contínuo Gallo tirou o último homem de criação em campo por parte do Avaí, Pedro Ken, promovendo o ingresso de outro marcador: Fabiano.

Aproveitando o desespero do Ceará, aos 36 minutos Rafael Coelho fez 2 a 0 e, aos 47 Cleverson, fechou o placar em 3 a 0, num frango do goleiro Diego Salgado.

Na próxima rodada, o Ceará enfrentará o Santos, às 16 horas de domingo, no Pacaembu. Já o Avaí recebe o São Paulo, às 18h30, na Ressacada.

FICHA TÉCNICA:

Ceará 0 x 3 Avaí

Ceará – Diego Salgado; Boiadeiro (Rudnei), Fabricio, Diego Sacomam e Vicente; Michel, João Marcos, Edmilson (Enrico) e Thiago Humberto (Felipe Azevedo); Marcelo Nicácio e Osvaldo. Técnico: Vagner Mancini.

Avaí – Felipe; Dirceu, Bruno e Gustavo Bastos; Daniel, Diego Orlando (Acleisson), Batista, Pedro Ken (Fabiano) e Romano; Rafael Coelho e Willian (Cleverson). Técnico: Alexandre Gallo.

Gols – Willian, aos 13 minutos do primeiro tempo. Rafael Coelho, aos 36, e Cleverson, aos 47 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Arilson Bispo da Anunciação (BA).

Cartões amarelos – Diego Sacomam, Vicente, Felipe, Diego Orlando, Dirceu, Romano e Bruno.

Cartão vermelho – Vicente.

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.