Em nota, divulgada na tarde desta quinta-feira (27), em seu site oficial, o Atlético esclareceu alguns assuntos relacionados à parceria com a Caixa Econômica Federal e aproveitou para alfinetar o Paraná Clube.

Em resposta a uma declaração do superintendente do Tricolor, Celso Bittencourt, o Furacão disse que “não admite e não admitirá que outros clubes justifiquem os seus próprios problemas com citações inverídicas sobre as negociações com seus patrocinadores”.

De acordo com o documento, o Rubro-Negro não teve nenhuma dificuldade para assinar a união com o novo patrocinador, ao contrário do que o dirigente paranista teria afirmado, em reportagem publicada pelo jornal Gazeta do Povo.

Confira abaixo a nota oficial do Atlético:

Em matéria intitulada “Burocracia segura acerto do Paraná com a Caixa Econômica”, da edição de hoje (27) do jornal Gazeta do Povo, o superintendente do Paraná Clube, Celso Bittencourt, citou o contrato de patrocínio da Caixa Econômica Federal com o Clube Atlético Paranaense.

O CAP esclarece que a relação do clube com o patrocinador sempre foi extremamente amistosa e que não houve nenhum impedimento e nem burocracia para assinatura da parceria entre as partes. A partir do momento em que as negociações foram iniciadas, o Atlético Paranaense apresentou as certidões que comprovaram que o clube não possui nenhuma dívida com a União e, imediatamente após a apresentação das mesmas, o contrato foi assinado. Este processo não demorou nem mesmo um mês.

O Clube Atlético Paranaense não admite e não admitirá que outros clubes justifiquem os seus próprios problemas com citações inverídicas sobre as negociações com seus patrocinadores. A Caixa Econômica Federal é e sempre foi um excelente parceiro do CAP.