Em Maceió, a missão do Botafogo é conseguir a primeira vitória fora do Rio de Janeiro no Campeonato Brasileiro. O time carioca tenta melhorar seu retrospecto como visitante diante do CSA neste domingo, às 19 horas, no estádio Rei Pelé, em duelo da oitava rodada do torneio.

O Botafogo, que soma 12 pontos e briga, no momento, por um lugar entre os primeiros colocados, já venceu no torneio como visitante, mas não fora do Rio de Janeiro, já que o triunfo conquistado por 1 a 0 no clássico diante do Fluminense, pela quarta rodada, foi no Maracanã.

A vitória sobre o Fluminense foi a única conquistada pelo time alvinegro fora de casa no torneio. Dessa forma, o objetivo é melhorar seus números atuando longe do Rio para encostar nos líderes. Por outro lado, o Botafogo é muito forte no Engenhão, onde venceu Bahia, Fortaleza e Vasco – a derrota para o Palmeiras foi suspensa pela CBF até o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgar o recurso do clube carioca que alega uso indevido do VAR.

“Vai ser um jogo difícil, precisamos no comportar como uma equipe que quer buscar a parte de cima da tabela, trazer o jogo pra característica que seja boa pra gente, respeitando o adversário, mas temos intenções altas, temos que jogar bem”, afirmou o técnico Eduardo Barroca.

A grande novidade do time em Maceió estará no gol. O experiente goleiro Diego Cavalieri assume o lugar de Gatito Fernández, que se prepara para defender o Paraguai na disputa da Copa América. Desde que chegou no início do ano, Cavalieri atuou em apenas três jogos pelo Botafogo.

A única dúvida de Barroca para escalar o time é a presença do meia Alex Santana, que tem dores no tornozelo direito. Se ele não puder jogar, Alan Santos, muito elogiado por Barroca durante a semana, será o substituto.